As cem moedas mais caras do mundo

Aqui iremos apresentar as 100 moedas mais valiosas do mundo (uma por dia).

Moeda Nr. 001 - US$ 10.016.875,00 - FLOWING HAIR DOLLAR: Foi a primeira moeda do dólar emitida pelo governo federal dos Estados Unidos da América. Cunhada em 1794 e 1795, teve seu tamanho e peso determinados em função das medidas do "peso espanhol", muito popular no comércio das Américas. Valor de venda: US$ 10.016.875,00 (leilão Stack's and Bowers, janeiro de 2013). Atualmente é a moeda mais cara, entre todas as comercializadas em todo o mundo.

Data: 1794 | peso: 26,96 gramas | diâmetro: 39-40 mm | composição: 900 ‰ Ag, 100 ‰ Cu.

Moeda Nr. 002 - US$ 9.360.000,00 - BRASHER DOUBLOON: Em 1787, o ourives Ephraim Brasher apresentou uma petição ao Estado de Nova York para cunhar moedas de cobre. A petição foi negada quando Nova York decidiu não cunhagem de moedas de cobre. Brasher era conhecido por suas habilidades, e sua marca registrada (EB), que usou não somente para contramarcar suas próprias moedas, mas também outras enviadas a ele para a prova de análise. Brasher criou diversas moedas de cobre, todas identificadas com sua marca distintiva, além de uma pequena quantidade de moedas de ouro. Uma das moedas que chegou aos nossos dias é esta da imagem acima, vendida nos EUA em janeiro de 2021, pela casa de leilões Heritage, por US$ 9.360.000,00.

Data: 1787 | peso: 26,41 gramas | diâmetro: 29,80 mm | composição: 893 ‰ Au, 64 ‰ Ag, 30 ‰ Cu, mais 43 ‰ de outros elementos. Além de sua raridade absoluta, os dobrões de estilo nova-iorquino estão entre as questões mais importantes na série de moedas coloniais. Junto com os dobrões de estilo Lima de 1786, eles constituem as primeiras das poucas moedas de ouro privadas pré-federais produzidas nos Estados Unidos para fins de circulação.

B. Max Mehl comentou sobre a importância dos dobrões de estilo nova-iorquino, nas disciplinas de coleta de moedas de ouro colonial e privada, em seu catálogo da coleção James Ten Eyck: "Esta célebre moeda tem a importância distintiva incomum de ser incluída de forma legítima na Série Colonial Americana e, como é a primeira emissão de uma cunhagem de ouro particular, também está incluída nessa série importante. Por interesse histórico e raridade numismática, é uma moeda inigualável. É reconhecida com justiça como uma das maiores raridades numismáticas do mundo."

Moeda Nr. 003 - US$ 7.590.000,00 - 1933 SAINT-GAUDENS GOLD DOUBLE EAGLE

Embora 445.500 exemplares desta raríssima moeda tenham sido cunhados em 1933, nenhum foi oficialmente colocado em circulação. Com a exceção de 2 exemplares, os restantes foram "derretidos", de acordo com a ordem executiva nr. 6102, durante o governo Roosevelt. No entanto, sabe-se que mais 20 destas moedas foram resgatadas do derretimento e foram parar nas mãos de colecionadores e ourives, tendo sido algumas recuperadas após uma investigação que envolveu até mesmo o FBI. Dos exemplares recuperados, nove (9) foram destruídos, fazendo com que esta moeda fosse incluída na lista das mais raras do mundo. São conhecidos, atualmente, apenas 13 exemplares restantes, sendo apenas um de propriedade privada; dois deles, intencionalmente poupados, se encontram na Coleção Nacional de Numismática dos EUA; outros dez (10) são mantidos no Depósito de Ouro do país em Fort Knox. A única moeda autorizada para uma coleção privada, foi vendida em 2002 a um colecionador anônimo que pagou por ela a quantia de US$ 7,59 milhões de dólares americanos (o equivalente a US$ 10,8 milhões em 2020). Trata-se do segundo valor mais elevado pago em leilão por uma única moeda dos EUA. Para mais detalhes sobre esta intrigante moeda, clique aqui para ler o nosso artigo intitulado: "A incrível moeda que não deveria existir".

Data: 1933 | peso: 33,431 gramas | diâmetro: 34,10 mm | composição: 900 ‰ Ag, 100 ‰ Cu.

Moeda Nr. 004 - US$ 6.029.400,00 - DINAR DE OURO

Uma das moedas de ouro islâmicas mais raras e valiosas, provavelmente coincidindo com a ocasião em que o próprio califa liderou a peregrinação do Hajj à Meca, vendida pela casa de leilões Morton & Eden em Londres. O dinar omíada , datado de 105h (723 DC), foi batido em ouro extraído em local de propriedade do próprio califa, conhecido nas moedas como a “Mina do Comandante dos Fiéis”. A legenda “bi'l-Hijaz” (“no Hejaz”), faz deste exemplar, a moeda islâmica mais antiga a mencionar um local no Reino da Arábia Saudita. Esperava-se que ela rendesse £ 300.000-400.000, mas quatro licitantes na sala de venda fizeram o preço subir ainda mais, atingindo a cifra record para este tipo de moeda. Foi adquirida por um comércio britânico em nome de um colecionador privado europeu.

Data: 723 d.C. | peso: 4,24 gramas | diâmetro: 19,00 mm | metal: ouro

Moeda Nr. 005 - US$ 5.280.000,00 - 1804 GOLD $10 DRAPED BUST EAGLE

Trata-se de uma das emissões mais raras e valiosas da história da moeda americana. Foram cunhados apenas quatro moedas, sendo três exemplos conhecidos atualmente. Um dos três sobreviventes faz parte da coleção Harry Bass Core, exposta na sede da ANA e permanentemente fora do mercado. A Heritage Auctions teve o privilégio de oferecer em leião, o melhor exemplar conhecido desta preciosa raridade cunhada em ouro, da notável coleção Bob R. Simpson, certificada pela PCGS.

Data: 1804 | peso: 17,50 gramas | diâmetro: 33,00 mm | composição: 917 ‰ Ag, 83 ‰ Cu.

Moeda Nr. 006 - US$ 5.000.000,00 - 1913 5C LIBERTY

O níquel Liberty Head 1913 é uma moeda americana de cinco centavos, produzida em quantidades extremamente limitadas não autorizadas pela Casa da Moeda dos Estados Unidos, o que fez dela uma das raridades mais conhecidas e cobiçadas da numismática americana. Em 1972, um exemplarse tornou a primeira moeda a ser vendida por mais de US $ 100.000. Em 1996, outro espécime foi o primeiro a ser vendido por mais de US $ 1 milhão. Em 2003, uma moeda foi vendida por menos de três milhões de dólares. Em 2007, o exemplar da coleção Eliasberg foi negociado privadamente por US $ 5.000.000,00, estabelecendo um novo record para esta moeda. Designer: Charles E. Barber.

Data: 1913 | peso: 5,00 gramas | diâmetro: 21,20 mm | composição: 750 ‰ Cu, 250 ‰ Ni.

Moeda Nr. 006 - US$ 4.174.950,00 - Q. SERVILIUS CAEPIO (M. Junius) BRUTUS AV Aureus

Casa da moeda militar viajando com Brutus no Oriente, final do verão-outono de 42 aC. Anv.: Cabeça nua de Brutus voltada à direita direita; BRVT acima, IMP antes, L • PLAET • CEST atrás / Rev.: Pileus entre duas adagas de desenho diferente, apontadas para baixo; abaixo, EID • MAR. A. Campana, Eidibus Martiis. Da coleção do Barão Dominique de Chambrier, incluindo o atestado de proveniência original; ex-coleção de Bernard de Chambrier (1878-1963) e Marie Alvine Irma von Bonstetten (1893-1968); ex- coleção do Barão Gustave Charles Ferdinand von Bonstetten, Chamberlain de Ferdinand I, Imperador da Áustria.

Moeda Nr. 007 - US$ 4.140.000,00 - 1804 $1 ORIGINAL - CLASS I BB-304 (Proof)

São conhecidos 15 exemplares desta moeda cunhada pela Casa da Moeda dos Estados Unidos. Embora datado de 1804, nenhum dles foi fabricado naquele ano; todos foram cunhados na década de 1830 ou mais tarde. Foram criados pela primeira vez para uso em conjuntos de moedas de prova especiais, usados ​​como presentes diplomáticos durante as viagens de Edmund Roberts ao Sião e Muscat, que as distribuiu entre 1834 e 1835. Dois conjuntos adicionais foram encomendados para funcionários do governo no Japão e na Cochinchina, mas Roberts morreu em Macau antes que pudessem ser entregues.

Os numismatas tomaram conhecimento do dólar de 1804 pela primeira vez em 1842, quando a ilustração de um exemplar apareceu em uma publicação de autoria de dois funcionários da Casa da Moeda. Um colecionador posteriormente adquiriu um espécime da Casa da Moeda, em 1843. Em resposta à demanda numismática, vários exemplos foram secretamente produzidos por funcionários da Casa da Moeda. Ao contrário das moedas originais, essas ulteriores cunhagens careciam da inscrição correta nas bordas. As moedas produzidas para a missão diplomática, as cunhadas clandestinamente, sem inscrições nas bordas e outras cunahgens clandestinas com a legenda, foram divididas em "Classe I", "Classe II" e "Classe III", respectivamente.

Data: 1913 | peso: 27,00 gramas | diâmetro: 40,00 mm | composição: 900 ‰ Ag, 100 ‰ Cu.



Banner blog.png